Suíça congela bens de Muamar Kadafi no país

O governo da Suíça ordenou hoje o congelamento imediato de todos os bens pertencentes ao líder líbio Muamar Kadafi e de pessoas próximas a ele, informou o Ministério de Relações Exteriores, em comunicado.

PRISCILA ARONE, Agência Estado

24 de fevereiro de 2011 | 15h24

No poder há mais de quatro décadas, Kadafi tem enfrentado protestos contra o seu governo desde a semana passada. Hoje, o governante realizou um discurso em Az-Zawiyah, uma cidade a noroeste da capital do país onde houve duros confrontos entre forças oficiais e rebeldes. Kadafi acusou os manifestantes contrários ao governo de terem vínculos com o líder da rede terrorista Al-Qaeda, Osama bin Laden.

No que foi apresentado como um áudio ao vivo veiculado pela televisão estatal, Kadafi também acusou os manifestantes de estarem drogados. "Vocês se voltaram para Bin Laden", afirmou ele. "Eles dão drogas para vocês". As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
congelamentobensKadafiSuíça

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.