Suíça devolverá apenas parte da fortuna roubada

A Suíça gaba-se da promessa de devolver o dinheiro roubado de Baby Doc ao Haiti. Na verdade, o país devolverá apenas parte da fortuna roubada, o que seria uma compensação por sua colaboração no desvio de recursos de países pobres. Hoje, apenas US$ 7 milhões de Baby Doc estariam congelados no banco UBS. Só Paulo Maluf, ex-prefeito de São Paulo, tem US$ 13 milhões confiscados. Duvalier já gastou a maior parte da fortuna roubada - cerca de US$ 120 milhões, segundo estimativas.

Jamil Chade, O Estado de S.Paulo

20 de janeiro de 2011 | 00h00

Em fevereiro, entra em vigor uma nova lei na Suíça que coloca sobre os políticos acusados de corrupção o ônus de provar que o dinheiro tem origem legal. Até hoje, cabia aos suíços provar que as fortunas eram resultado de corrupção. No entanto, partidos de oposição e especialistas acusam o governo da Suíça de cinismo, já que há anos esses recursos poderiam ter sido confiscados. A lei também não impedirá que novas contas sejam abertas e mantidas em total sigilo para que outros ditadores continuem escondendo dinheiro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.