Suíça invade acidentalmente Liechtenstein

O que começou como um exercício de treinamento de rotina quase acabou em incidente diplomático, depois que uma companhia de soldados suíços se perdeu na última quinta-feira, 1, à noite e marcharam em direção à vizinha Liechtenstein. De acordo com o jornal suíço Blick, a infantaria, com 170 soldados, só notou que não estava mais no território da Suíça após terem passado uma milha da fronteira com Liechtenstein. Um porta-voz suíço confirmou a história, mas disse que não houve repercussão séria com a invasão por engano. "Nós já falamos com as autoridade de Liechtenstein e não foi considerado problema", disse Daniel Reist à The Associated Press.O porta-voz do ministério interior do pequeno território invadido, Markus Amman, disse que ninguém notou a presença dos soldados suíços, que estavam carregando armas sem munição durante a marcha. "Não é nada parecido com eles invadirem aqui com um ataque de helicópteros ou algo do tipo", afirmou.Liechtenstein, que tem cerca de 34 mil habitantes, não possuiu um exército.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.