Suíça solicita aos EUA tratamento equilibrado a bancos

O Departamento de Finanças da Suíça solicitou a autoridades dos Estados Unidos que sejam "justas e equilibradas" no tratamento a bancos suíços acusados de ajudar norte-americanos a sonegar impostos.

Agência Estado

04 Maio 2014 | 07h56

O governo suíço quer garantir que o Departamento de Justiça dos Estados Unidos não trate os bancos do país de forma mais dura que os bancos de outras nacionalidades, nesse momento em que as autoridades norte-americanas investigam receitas enviadas a contas offshore. "A Suíça está comprometida em assegurar que autoridades norte-americanas sejam justas e equilibradas nos procedimentos, em acordo com o princípio da proporcionalidade, para garantir que bancos suíços não sejam tratados com menor consideração que outros bancos", disse o Departamento de Finanças suíço.

O pronunciamento ocorre depois de a ministra de Finanças da Suíça, Eveline Widmer-Schlumpf, ter se encontrado com o Procurador Geral dos Estados Unidos, Eric Holder, na sexta-feira. Os dois conversaram sobre formas de resolver a disputa tributária, que levou diversos bancos suíços a enfrentar pesadas multas e acusações criminais por supostamente ajudar clientes norte-americanos a evitar impostos. Fonte: Dow Jones Newswires.

Mais conteúdo sobre:
Suíça EUA bancos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.