Suíça vai liberar dinheiro iraquiano congelado

Autoridades suíças informam que planejam entregar 10 milhões de francos suíços (US$ 9,9 milhões) a um fundo para o desenvolvimento do Iraque estabelecido pelos Estados Unidos e Grã-Bretanha. O dinheiro pertence a contas congeladas de três bancos iraquianos - Banco Central, Banco Rafidain e Banco Rasheed. As instituições têm 30 dias para apelas da decisão mas, como estão sob controle do governo provisório do Iraque, é improvável que o façam.O governo suíço pretende liberar ainda mais US$ 134 milhões de ativos congelados, associados ã ditadura de Saddam Hussein, para o fundo, mas cada conta será analisada separadamente. O fundo de desenvolvimento recebe todo o dinheiro gerado pela venda de petróleo iraquiano e dos ativos congelados por estarem ligados a Saddam ou outras figuras de seu governo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.