Suicida adolescente mata nove xiitas paquistaneses

Um suicida adolescente seexplodiu em meio a xiitas muçulmanos que rezavam na cidade dePeshawar nesta quinta-feira, matando pelo menos nove pessoas eferindo 25, disse uma autoridade do governo. A minoria xiita entre os paquistaneses está observando umperíodo de luto pelo aniversário do Imã Hussein, neto doprofeta Mohammad, em uma época na qual a violência sectáriafrequentemente aparece. "Poderia ser uma conspiração para espalhar o ódioreligioso, colocar muçulmano contra muçulmano", disse GhulamAli, chefe de um governo distrital na cidade do noroeste dopaís. Ele afirmou que autoridades tinham recuperado 10 corpos,alguns severamente mutilados, um deles aparentemente dosuicida, que um porta-voz do Ministério do Interior disse tercerca de 16 anos de idade. O Paquistão viu o surgimento de uma onda de violênciareligiosa na década de 1980 com a divergência entre gruposmilitantes, a maioria deles muçulmanos sunitas, financiadospelos Estados Unidos e a Arábia Saudita para lutar contra aUnião Soviética no Afeganistão, e grupos radicais xiitas depoisda Revolução Islâmica do Irã em 1979.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.