Suicida ataca comboio diplomático dos EUA em Cabul

Um militante suicida a bordo de um carro-bomba atacou nesta segunda-feira, 19, um comboio diplomático dos Estados Unidos em uma movimentada avenida de Cabul, provocando a morte de um adolescente afegão, informaram autoridades locais.A explosão lançou um dos veículos do comboio para o outro lado da rua. Pelo menos cinco pessoas ficaram feridas. Mais dois veículos pertencentes ao comboio foram danificados pela explosão. O carro-bomba conduzido pelo militante suicida ficou em chamas.Um adolescente de 15 anos ficou ferido na explosão, disse Hasib Arian, comandante da polícia local. O coronel Tom Collins, porta-voz do comando militar da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) no Afeganistão, disse que cinco agentes de segurança que viajavam no comboio ficaram feridos, um dele em estado grave.Joe Mellott, porta-voz da Embaixada dos Estados Unidos em Cabul, assegurou que o embaixador dos Estados Unidos em Cabul, Ronald Neumann, não viajava no comboio.Qari Yousef Ahmadi, um porta-voz da milícia fundamentalista islâmica Taleban, disse num telefonema à Associated Press que um militante do grupo procedente de Khost promoveu o ataque.A explosão ocorreu a cerca de três quilômetros da embaixada e numa avenida onde ataques do tipo ocorrem com certa freqüência. A avenida leva para fora de Cabul e para a base aérea de Bagram, onde concentram-se as forças dos EUA no Afeganistão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.