Suicida com bomba mata 40 no Paquistão

Uma pessoa com uma bomba atacou no sábado uma multidão que aguardava para receber ajuda no Paquistão, causando a morte de pelo menos 40 pessoas, segundo autoridades locais.

REUTERS

25 de dezembro de 2010 | 10h53

A pessoa, que estava usando uma burca e cujo sexo não foi divulgado, detonou os explosivos enquanto centenas de pessoas esperavam em um centro de distribuição de alimentos. O Programa Alimentar Mundial designou esse centro para ajudar pessoas forçadas a deixar suas casas em meio ao combate entre forças de segurança e militantes ligados à al Qaeda.

O ataque na região de Bajaur, na fronteira com o Afeganistão, ocorreu um dia depois de um grande choque entre insurgentes talibãs paquistaneses e as forças de segurança na região vizinha de Mohmand, que deixou 11 soldados e 24 militantes mortos.

"(Neste sáabado) contei 40 cadáveres, mas o número de mortos pode aumentar já que vários feridos estão em estado crítico", disse Dosti Rehman, autoridade em um hospital do governo em Bajaur.

(Por Sahibzada Bahauddin)

Tudo o que sabemos sobre:
PAQUISTAOBOMBAMORTOS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.