Suicida do Taleban mata comandante da polícia e mais 16 no Afeganistão

Vítimas estavam em uma casa de banho lotada na cidade de Spinbaldak

New York Times,

08 de janeiro de 2011 | 07h07

CABUL - Um homem-bomba matou um comandante de polícia de fronteira, dois outros policiais e 14 civis em um ataque nesta sexta-feira, 7, em uma casa de banho lotada no sul do Afeganistão, na cidade de Spinbaldak, segundo fontes oficiais. Cerca de 20 pessoas ficaram feridas.

 

"Um homem-bomba entrou no local e explodiu suas vestes por volta das 11h30 da manhã (horário local)", disse Abdul Ghani, governador do distrito de Spinbaldak. "O alvo era o comandante de polícia de fronteira, Hajji Ramzan Aka. Ele morreu no ataque".

 

Um porta-voz do Taleban, Qari Yousaf Ahmadi, disse que o grupo assume a responsabilidade pelo ataque mas afirmou que todas as mortes eram de policiais afegãos. O Taleban tem por hábito negar que mata civis.

Tudo o que sabemos sobre:
AfeganistãoTalebanatentado

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.