Suicida mata 5 crianças perto de escola no Afeganistão

Pelo menos oito pessoas morreram e mais de 15 ficaram feridas hoje, quando um suicida atacou perto de uma escola primária, segundo autoridades. Cinco dos mortos eram crianças. A explosão ocorreu na entrada de um quartel da polícia e do Exército, segundo Yacoub Khan, subchefe da polícia na província de Jost, no leste afegão. As tropas norte-americanas também estão diante do quartel, porém não houve soldados dos Estados Unidos feridos nesse ataque.Além dos cinco menores, Khan disse que morreram um soldado afegão e um guarda de segurança privada. Ele não esclareceu quem seria a oitava vítima entre os adultos. O médico Abdul Rahman, de um hospital próximo, disse que as jovens vítimas tinham entre oito e dez anos. Havia também cinco crianças entre os feridos. Khan disse que o ataque ocorreu quando dirigentes tribais da etnia pashtun, do distrito de Mandozai, se reuniam para tratar de questões de segurança. O ataque ocorre no último dia letivo do ano. Os estudantes se reuniram para receber os certificados de aprovação do ano, segundo Asif Nang, porta-voz do Ministério da Educação.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.