Francois Rihouay/Reuters
Francois Rihouay/Reuters

Suicida realiza atentado no norte do Mali

Esta é a 1.ª ação deste tipo registrada desde que o Exército francês interveio no país africano

AE, Agência Estado

08 de fevereiro de 2013 | 11h33

GAO, MALI - Um suicida detonou explosivos que levava junto ao corpo em Gao, norte do Mali, sem provocar mais mortes além da sua própria. Trata-se da primeira ação deste tipo registrada no país deste que o Exército francês interveio no país africano, cuja região norte era governada por extremistas islâmicos armados.

Já na capital, Bamako, mais ao sul, soldados de uma unidade aliada ao líder do golpe militar, realizado no ano passado, invadiu um campo dos Boinas Vermelhas, a guarda presidencial, na manhã desta sexta-feira. Pelo menos uma pessoa foi morta e cinco ficaram feridas, disseram testemunhas.

O ataque suicida em Gao, que ficou sob o domínio de extremistas islâmicos até que as forças militares francesas expulsaram o grupo do local, foi o primeiro atentado deste tipo no Mali desde a intervenção francesa, iniciada em 11 de janeiro.

O porta-voz militar Modibo Traore confirmou que um suicida atacou um posto de verificação na entrada de Gao por volta de 6h desta sexta-feira. O homem, que usava um cinturão explosivo, foi a única vítima. Ele estava numa motocicleta e acionou os explosivos pouco antes de chegar ao posto de verificação.

Na tarde desta sexta-feira, soldados maleses faziam a guarda do prédio que fica perto do local do ataque, que estava sujo de sangue. A outra evidência do ataque eram os destroços queimados da motocicleta. Soldados maleses disseram que moradores locais levavam o corpo do homem e o enterraram antes do pôr-do-sol, como é costume dos muçulmanos.

As informações são da Associated Press

Tudo o que sabemos sobre:
MaliFrançaintervenção militarGao

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.