Sul-coreano está com 10 estrangeiros em cativeiro no Iraque

Até dez estrangeiros encontram-se em cativeiro junto com o sul-coreano capturado no último dia 17 e que está ameaçado de morte por rebeldes no Iraque. No grupo estão um jornalista europeu e estrangeiros que trabalham para a companhia norte-americana Kellogg Brown & Root, informa a agência sul-coreana de notícias Yonhap, citando declarações do representante da companhia para a qual o sul-coreano trabalha. Em Ramadi, cidade sunita, quatro norte-americanos que prestavam serviços aos EUA foram assassinados em emboscada, segundo imagens de videotape transmitido pela televisão da Associated Press.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.