Vogue/Reprodução
Vogue/Reprodução

Suposta amante de Putin é capa da 'Vogue'

Ex-atleta Alina Kabayeva volta à mídia com vestido de ouro falando de ''sua maior vitória''

, O Estado de S.Paulo

17 de dezembro de 2010 | 00h00

MOSCOU - A escolha da capa de janeiro da revista Vogue russa deve irritar o primeiro-ministro do país, Vladimir Putin, Alina Kabayeva, suposta amante do premiê, ex-ginasta e atualmente deputada, aparece com vestido feito com fios de ouro de US$ 33 mil. A polêmica foi provocada pela chamada na capa sobre a medalhista de ouro, com a frase "Sua maior vitória".

A ex-atleta de 27 anos, que conquistou o ouro na Olimpíada de 2004, também é parlamentar no partido de Putin. O premiê nega qualquer tipo de envolvimento amoroso com Alina, assim como as informações de que teria se divorciado de sua mulher, Lyudmilla, com quem se casou em 1983 - coincidentemente o mesmo ano em que a ex-atleta nasceu. O premiê e sua mulher não aparecem em público há muito tempo. Segundo o Kremlin, porque Putin tem uma agenda muito ocupada.

Alina teve um filho no ano passado, cujo pai é desconhecido. Ela conheceu o premiê aos 17 anos, quando foi derrotada em uma competição. Alina foi uma das atletas de maior destaque na ginástica rítmica na Rússia. Ganhou duas medalhas olímpicas, 18 em campeonatos mundiais e 25 em competições europeias. Em 2001, foi pega num exame antidoping por ter usado substâncias diuréticas. Em 2005, a jovem entrou para o partido Rússia Unida, e desde 2007 é deputada na Duma, a Câmara Baixa do Parlamento.

Os boatos sobre o romance de Putin e Alina começaram em 2008, quando o jornal Moskovsky Korrespondent, do bilionário Alexander Lebedev, publicou o suposto caso do premiê. A imprensa chegou a especular sobre o divórcio de Putin e o futuro casamento com Alina.

O jornal fechou pouco depois da publicação da história, sob justificativas de que não dava mais lucros. Críticos do governo afirmam que o tabloide foi pressionado a fechar por Putin.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.