Suposto criminoso de guerra croata é detido

Um suposto criminoso de guerra croata, procurado por 30 acusações de assassinato e crimes contra a humanidade, foi detido hoje na cidade de Bremervoerde, no norte da Alemanha, informou a polícia. O homem, de 42 anos, cuja identidade não foi fornecida pelas autoridades em respeito às leis de privacidade alemãs, trabalhava como garçom no momento de sua detenção.Autoridades croatas estão procurando o homem, que segundo elas uniu-se a um grupo terrorista sérvio em 1991 na área de Titova Korenica. Ele é acusado de participar de ataques contra civis croatas, incluindo um no qual 30 pessoas foram mortas na cidade de Knin.Segundo a polícia alemã, a Croácia tem 40 dias para entrar com um pedido de extradição, que deverá ser decidido por um tribunal e aprovado pelo governo de Berlim.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.