Suposto especialista em explosivos é detido no Iraque

O Exército iraquiano anunciou nesta terça-feira a captura de um suposto especialista em explosivos, responsável pela fabricação de artefatos com os quais foram lançados vários ataques contra civis iraquianos. Ainda assim, uma bomba perto de mesquita sunita em Bagdá matou ao menos dez nesta terça-feira.Segundo uma nota oficial, a detenção do suspeito ocorreu nesta segunda-feira durante uma operação das forças especiais no bairro bagdali de Medinat al-Sadr.A nota explica que o detido é o dirigente de uma célula encarregada da fabricação de armamento para os "grupos armados ilegais".Na operação, levada a cabo com a colaboração de conselheiros das forças da coalizão, morreu um "combatente inimigo" e foram detidas outras cinco pessoas, de acordo com o texto.A ação faz parte de uma operação mais ampla "para demonstrar a capacidade das forças iraquianas para atuar em qualquer momento necessário para proteger os cidadãos iraquianos, estabelecer o império da lei e conseguir um Iraque seguro". Explosão perto de mesquita sunita em Bagdá mata ao menos dezPelo menos dez civis iraquianos morreram nesta terça-feira e quatro ficaram feridos na explosão de uma bomba colocada em um veículo estacionado perto de uma mesquita sunita no bairro de Al-Dura, no sul de Bagdá, informaram fontes policiais iraquianas.As fontes explicaram que a explosão aconteceu quando os fiéis saíam da mesquita de Hatem Al-Sadun, após participarem da oração do meio-dia.Por outra parte, um policial morreu e outros quatro ficaram feridos na explosão de outra bomba perto de uma delegacia de Polícia também no bairro bagdali de Al-Dura. A explosão aconteceu quando um comboio conjunto americano-iraquiano passava por uma estrada, acrescentaram as fontes.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.