Suposto líder da Al-Qaeda ameaça com novos ataques

Um homem que se identificou como sendo o principal agente da Al-Qaeda na Arábia Saudita prometeu, numa fita de áudio divulgada hoje, lançar ataques "esmagadores" contra "americanos, judeus e cruzados" no reino, mas negou responsabilidade no atentado a bomba da semana passada na capital saudita."Tem de ficar claro que não somos responsáveis pelo ataque a bomba no quartel-general das forças de emergência em Riad, apesar de acreditarmos que o ele foi fruto da política injusta e agressiva dos infiéis", afirmou o homem, que se apresentou como sendo Abdulaziz Issa Abdul-Mohsin al-Moqrin. A fita foi divulgada num site da internet conhecido por reproduzir declarações de militantes islâmicos. A autenticidade da fita não pôde ser imediatamente confirmada.Autoridades sauditas e americanas afirmam que al-Moqrin é o principal quadro da Al-Qaeda na Arábia Saudita e orquestrou o ataque a bomba em 8 de novembro contra um condomínio residencial em Riad, que matou 17 pessoas. Oficiais de segurança sauditas suspeitam que al-Moqrin esteja cercado com um grupo de militantes numa região montanhosa a nordeste de Riad. A caça aos militantes começou no domingo e parece ter se intensificado nesta terça-feira, com a chegada de reforços policiais.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.