Suposto policial mata 4 soldados da Otan no Afeganistão

Um suposto policial matou neste domingo quatro soldados da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) no Afeganistão, segundo um líder militar dos Estados Unidos. O ataque parece ter sido provocado por membros das forças de segurança afegãs. A Força Internacional de Assistência para Segurança (Isaf, na sigla em inglês) da Otan não deu detalhes, mas disse que o incidente ocorreu no sul do Afeganistão, berço da insurgência do movimento extremista islâmico Taleban

AE, Agência Estado

16 de setembro de 2012 | 09h05

Quatro membros da Isaf "morreram hoje no sul do Afeganistão, depois de um ataque interno, suspeito de envolver membros da polícia afegã", afirmou a Isaf, em comunicado. Dois soldados britânicos também morreram em um ataque semelhante no sábado.

Em Cabul, uma autoridade do Afeganistão afirmou neste domingo que oito mulheres foram mortas e outras oito feridas em um ataque aéreo da Otan durante a noite, no leste da cidade. A Isaf afirmou à France Presse que soube das mortes de civis, envolvendo de cinco a oito pessoas, e ofereceu sinceras condolências às famílias e comunidades afetadas. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
AfeganistãoOtansoldadosmorte

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.