Suposto terrorista deixa testamento

Mohamed Atta, suposto terrorista considerado organizador dos atentados de 11 de setembro, antes de embarcar no avião que se espatifou contra a torre norte do World Trade Center, deixou um bilhete no qual se lê "Disposto a encontrar a Deus". Segundo antecipou o semanário Newsweek, Atta deixou um testamento que contém também uma breve oração: "Preparados para encontrar a Deus. Preparados para este momento", escreveu o suposto terrorista. Os investigadores também acreditam ter encontrado o tesoureiro dos atentados de 11 de setembro, que teria um papel importante na estrutura terrorista de Osama bin Laden. A revista Newsweek aponta o nome de Mustafa Ahmed, um homem de negócios residente nos Emirados Árabes Unidos. Em 4 de setembro, Atta enviou uma pacote da Flórida para Ahmed. "Não sabemos com certeza o que havia no pacote, mas achamos que era dinheiro", disse à revista uma fonte próxima às investigações, segundo as quais "Ahmed poderia ser o tesoureiro de Bin Laden".Atta não teria sido o único a enviar dinheiro para Ahmed: "(Eles) enviaram para o Oriente Médio o resto do dinheiro não utilizado", já que "no lugar para onde iriam, não precisariam mais de dinheiro". Segundo fontes ligadas aos investigadores, os gastos com os preparativos dos atentados giraram em torno de US$ 200 mil.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.