Suposto terrorista troca de lugar com irmão e foge

Um suposto membro do grupo separatista basco ETA (Terra Basca e Liberdade) escapou de uma prisão de alta segurança em Paris trocando de lugar com seu irmão durante uma visita, disseram as autoridades. A fuga da prisão de Santé ocorreu no último sábado, mas foi descoberta apenas hoje. Segundo funcionários da prisão, foi aberta uma investigação interna para determinar como os irmãos evitaram os controles de identificação. O fugitivo, Ismael Berasategui Escudero, foi detido em 14 de maio deste ano no sul da França. O irmão que tomou o lugar dele na prisão, cujo nome não foi revelado, está detido para ser interrogado e acusado por ajudar na fuga. As autoridades tentam descobrir agora os motivos que o levaram a trocar de lugar com o irmão. Falando por telefone à Associated Press, o diretor da prisão, Alain Jego, afirmou: "Há uma semelhança física entre os dois homens, a qual foi reforçada por um plano para escapar de nossa guarda. É difícil distingui-los". As autoridades francesas suspeitam que o ETA organizou a fuga. Os réus de Santé têm direito a três visitas de 45 minutos por semana. Suas mãos são estampadas com tinta invisível antes de ingressarem na sala de visitas. Depois, os guardas são incumbidos de garantir que os presos sigam com tinta e que os visitantes, não. As autoridades espanholas suspeitam que Barasategui pertença a uma célula do ETA desmantelada em dezembro de 2001. Antes de seu julgamento, a polícia francesa o deteve sob acusação de "conspiração criminonsa relacionada a planos terroristas", além de porte de armas e receptação de bens roubados.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.