Supostos membros do IRA serão julgados na Colômbia

Em um processo que pode revelar as conexões internacionais dos rebeldes colombianos, terá início amanhã uma audiência preparatória do julgamento de três supostos membros do Exército Republicano Irlandês (IRA) acusados de treinar a guerrilha. James Monagham, Martin McCauley e Niall Connolly estão detidos desde agosto de 2001, depois de realizarem uma visita à antiga zona desmilitarizada sob controle das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc).A promotoria colombiana acusou o grupo de treinar os rebeldes em táticas e manejo de explosivos, delito que pode resultar em pena de 15 a 20 anos de prisão. Além disso, os irlandeses são acusados de portar passaportes falsos. Segundo os advogados de defesa, o caso foi montado sobre provas deficientes e sofre pressões políticas que impediriam uma sentença justa. Na audiência preparatória de amanhã, está previsto que o juiz Jairo Acosta avalie a legalidade do processo e a validade das provas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.