Supostos terroristas morrem em tiroteio com polícia no Sinai

Dois supostos terroristas aparentemente envolvidos nos últimos atentados no Sinai morreram em um tiroteio com as forças de segurança egípcias no norte dessa península, informa hoje a imprensa local. Com a morte dessas duas pessoas já são três os supostos terroristas falecidos em confrontos com a Polícia no Sinai desde sábado. Ontem, na zona desértica de Al Kuraima, no norte do Sinai, os dois homens dispararam contra os agentes, que responderam com disparos e o mataram, explicaram fontes da segurança.No lugar onde estavam escondidos a Polícia encontrou dois fuzis, munição e um caderno com os "detalhes do plano dos últimos atentados no Sinai", segundo a agência egípcia, Mena, que informou que as autoridades tentam identificar os dois mortos.Doze egípcios e seis estrangeiros morreram em três explosões simultâneas registradas no dia 24 de abril na cidade turística de Dahab, no leste do Sinai. Dois dias depois, dois suicidas se suicidaram no momento da passagem de dois veículos nos quais viajavam policiais egípcios e soldados da Força Multinacional de Observação (FMO) na área de Al-Gorah, no norte da península. Neste último atentado só morreram os dois terroristas.As autoridades informaram ontem a morte de um suposto terrorista em um enfrentamento similar no norte do Sinai, e o identificaram como Nasr Khamis al Malahi, fugitivo, e suposto idealizador dos atentados de Dahab e Al-Gorah.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.