Supremo da Espanha arquiva denúncia contra Rajoy

O Tribunal Superior da Espanha arquivou a denúncia da central sindical basca ELA y la gallega CIG contra o primeiro-ministro do país, Mariano Rajoy, e os ex-presidentes José Luis Rodríguez Zapatero e José María Aznar por suposto crime de improbidade administrativa e crime corporativo, como responsáveis pela situação em que se encontra a economia espanhola.

AE, Agência Estado

10 de outubro de 2012 | 09h56

A denúncia, que também incluía ministros da Economia desde Rodrigo Rato a Luis de Guindos, foi arquivada porque não oferecia fatos ou provas, e também porque só Rajoy e Guindos foram avaliados pelo Supremo, informou o jornal El País.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.