Surto de cólera no Haiti está sob controle, diz ministra

A epidemia de cólera no Haiti, que já causou a morte de mais de 200 pessoas, está aparentemente sob controle, disse neste domingo a ministra da Saúde haitiana, Marie Michele Rey, durante uma reunião de representantes de países de língua francesa, na Suíça. Segundo Rey, o surto da doença "está limitado a um perímetro bem definido" na região norte do departamento de Artibonite e à parte do planalto central do país.

AE, Agência Estado

24 de outubro de 2010 | 13h56

Ontem, o Ministério da Saúde divulgou que pelo menos 208 pessoas morreram por conta do surto, que afeta principalmente a região de Artibonite. Quase 2.700 casos de cólera foram registrados no Haiti, no primeiro grande surto de uma doença desde o terremoto de janeiro, que deixou mais de 300 mil mortos. O cólera é uma doença gastrointestinal transmitida por meio de água contaminada e está relacionada a condições precárias de higiene, à superpopulação e à falta de sistemas adequados de saneamento. A doença pode ser tratada com relativa facilidade, mas provoca muitas mortes em países em desenvolvimento. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
Haiticóleramortes

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.