Suspeita de Sars deixa nove pessoas em quarentena no Texas

Seis homens da Força Aérea americana e três de seus familiares foram postos em quarentena no Texas após alguns deles apresentarem sintomas similares aos da Sars, ou pneumonia asiática, disseram autoridades locais. A medida preventiva foi tomada após terem sido divulgadas mais cedo esta semana informações sobre a ocorrência de entre leves e moderados sintomas de problemas respiratórios entre militares que passaram recentemente por um aeroporto de Toronto, disse o capitão David May, da base da Força Aérea em Abilene. Apenas uma das pessoas postas em quarentena se enquadra na definição de caso suspeito de síndrome respiratória aguda severa, disse May. Mas todas as nove estão obedecendo à quarentena em suas respectivas casas. May recusou-se a dizer quantas delas estiveram em Toronto, nem quando. O grupo esteve no aeroporto durante cerca de uma hora a caminho ou de volta de exercícios militares realizados em Ontario, de acordo com dados do departamento de saúde do condado Abilene-Taylor. Funcionários federais levantaram na última terça-feira um alerta sobre viagens a Toronto. Os centros de Prevenção e Controle de Enfermidades nos EUA disseram que mais de 30 dias se passaram sem que fosse relatado nenhum novo caso de Sars na cidade canadense. Na semana passada, a Organização Mundial da Saúde considerou o surto de Sars controlado. Mais de 800 pessoas em todo o mundo morreram da doença desde o início do surto na Ásia, no final do ano passado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.