Associated Press
Associated Press

Suspeito de assassinar jornalista Anna Politkovskaya é detido na Chechênia

Majmudov já havia sido absolvido por um juri popular, mas teve absolvição revogada pelo supremo russo

Efe

31 de maio de 2011 | 10h08

MOSCOU - O checheno Rustam Majmudov, apontado pelo Comitê de Investigação da Rússia (CIR) como o autor do assassinato da jornalista Anna Politkovskaya, ocorrido em outubro de 2006, foi detido neste terça-feira, 31, na Cehchênica, informou a rádio "Eco de Moscou".

 

"Mjamudod foi, de fato, detido na Chechênia. Será imediatamente transferido para Moscou", disse o porta-voz do CIR, Vladimir Markin, citado pela agência Interfax. O checheno foi detido na casa de seus pais no norte do Cáucaso.

 

Dois irmãos de Rustam Majmudov, Dzhabraul e Ibraguim, assim como outras duas pessoas, foram julgados por sua suposta responsabilidade no assassinato da jornalista, mas foram absolvidos por um juri popular, que entendeu que não havia probas conclusivas de sua participação no crime.

 

Rustam, que havia sido apontado pela investigação como o autor dos disparos que mataram Politkóvskaya, tinha uma ordem internacional de busca e captura, após ter sua absolvição revogada em junho de 2009 pelo Tribunal Supremo da Rússia, que ordenou uma novo julgamento.

 

O assassinato de Politkovskaya, jornalista investigativa russa que nasceu em Nova York, ocorreu quando ela terminava um artigo sobre as torturas sistemáticas na Chechênia, publicado na revista em que trabalhava cinco dias após sua morte.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.