Suspeito de assassinar prostitutas teria feito festa com vítimas

O suspeito de matar cinco prostitutas na cidade inglesa de Ipswich, preso na segunda-feira e identificado como Tom Stephens, de 37 anos, fez uma festa com todas as vítimas pouco antes de a primeira garota ter desaparecido. A informação é do jornal britânico Sunday Mirror.Segundo o site do jornal, "a polícia suspeita que as cinco mulheres assassinadas estavam entre as oito que Stephens levou para sua nova casa para uma festa". Ele também teria convidado outras pessoas. A reportagem do jornal cita uma fonte próxima às investigações dizendo que "seria coincidência que cinco das oito garotas acabaram mortas". A fonte disse que o detetives apurando o caso estavam "desesperados" para saber o que aconteceu na festa e que todas as garotas eram conhecidas de Stephens. Elas foram buscadas pelo suspeito e por um amigo dele e então levadas para a celebração.A polícia, segundo o Mirror, estaria tentando rastrear todos os homens que foram à festa na casa recém comprada de Stephens na pacata Trimley-St-Martin, em Suffolk. E o jornal vai além, dizendo haver suspeitas de que o outro homem que foi à casa de Stephens era um americano conhecido como "Tio" (Uncle) pela garotas. A polícia confirmou que ele já foi interrogado e provavelmente será novamente.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.