Courtesy WABC-TV via REUTERS
Courtesy WABC-TV via REUTERS

Suspeito de ataques a bomba em Nova York e New Jersey diz que é inocente

Advogado de Ahmad Khan Rahami confirmou que cliente alegou inocência diante das acusações de tentativa de homicídio de policiais e posse ilegal de armas

O Estado de S.Paulo

14 Outubro 2016 | 11h00

ELIZABETH, EUA - O homem apontado como o autor dos ataques com bombas em Nova York e New Jersey, em setembro, se declarou inocente na quinta-feira, em depoimento no hospital onde está internado.

Peter Liguori, advogado de Ahmad Khan Rahami, confirmou que seu cliente alegou ser inocente das acusações de tentativa de homicídio de policiais quando tentava escapar dos agentes em New Jersey, e de posse ilegal de armas. O tribunal impôs uma fiança US$ 5,2 milhões.

Rahami, de 28 anos, está no hospital após ser gravemente ferido no dia 19 de setembro, em uma troca de tiros com os policiais que o capturaram. O suspeito, nascido no Afeganistão, foi interrogado pela juíza Regina Caulfield, à distância, em seu leito no hospital de Elizabeth, em New Jersey.

Além das acusações que responde, Rahami foi denunciado pela Promotoria Federal de Manhattan por terrorismo e uso de armas de destruição em massa. O ataque com bomba contra o bairro de Chelsea, em Nova York, feriu 31 pessoas no dia 17 de setembro.

O suspeito, que trabalhava em um restaurante de sua família, pode passar o resto da vida atrás das grades.

O FBI acredita que ele agiu só, mas Rahami foi capturado com um diário no qual havia referências a Osama bin Laden e ao americano recrutador da Al-Qaeda Anwar al-Awlaki, além de críticas à ação militar dos EUA no Iraque, Afeganistão e Síria. / AFP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.