Suspeito de ligações com Bin Laden é detido na Bósnia

Um homem acusado de ter mantido pelo menos uma conversação telefônica com um auxiliar do alto escalão de Osama bin Laden foi detido hoje em Zenica, a 40 quilômetros de Sarajevo. Segundo as autoridades locais, ele é suspeito de ter ligações com o terrorismo global.O ministro do Interior da Federação Muçulmano-Croata (entidade que, ao lado da República Sérvia, forma a Bósnia-Herzegovina), Muhamed Besic, identificou o suspeito como Bensayah Belkacem, apelidado de Mejd. De acordo com o ministro, interceptações telefônicas fornecidas pelos serviços de inteligência estrangeiros mostravam que Belkacem teve pelo menos uma conversa telefônica com Abu al Maid, um "auxiliar do alto escalão" de Bin Laden.Sem entrar em detalhes, Besic informou que os dois conversaram sobre a emissão de passaportes estrangeiros. Ele também sugeriu que outras prisões devem ser feitas com base, parcialmente, nas informações fornecidas pela Força de Estabilização, liderada pela Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan), e pelas embaixadas dos Estados Unidos, Grã-Bretanha, Alemanha e Itália. "Estamos reunindo informações adicionais e dados dos arquivos das embaixadas", afirmou.Desde os ataques aos EUA, no dia 11 de setembro, dezenas de suspeitos de ligações com o terrorismo já foram detidos na Bósnia-Herzegovina. A maioria deles foi liberada, após passar por interrogatório. No entanto, Besic afirmou esperar que Belkacem seja formalmente indiciado, sugerindo que as autoridades têm fortes evidências contra ele. De acordo com o ministro, o suspeito tinha dois tipos de documentos, que o identificavam como iemenita e argelino.Leia o especial

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.