Suspeito de matar brasileiras é procurado na Alemanha

A polícia alemã está no encalço do desempregado Ralf Lindenkohl, de 35 anos, acusado de ter assassinado há 15 dias duas brasileiras em Dusseldorf. Helena, de 35 anos, e Danielle, de 25, eram naturais de Cuiabá, no Mato Grosso. As duas viviam na Alemanha há alguns anos. Elas apresentavam espetáculos de música brasileira como dançarinas e chagaram a se apresentar na segunda emissora de maior audiência na Alemanha.Procuradas pela imprensa, colegas das duas brasileiras mostraram-se indignadas com o crime. Segundo o diretor artístico do canal alemão, Gunther Hogers, Danielle era uma excelente dançarina.O crime foi descoberto porque o assassino confidenciou a uma amiga que havia matado as moças. Ela informou a polícia alemã, que invadiu o apartamento do suspeito e encontrou os cadáveres das mulheres no sótão. Segundo o procurador geral da Justiça da Alemanha, Uwe Kassel, o motivo do crime seria "ciúme".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.