Baz Ratner/ REUTERS
Baz Ratner/ REUTERS

Suspeito de matar jovem israelense é detido em operação na Cisjordânia

Ori Ansbaher, de 19 anos, foi assassinada ao sul de Jerusalém

O Estado de S. Paulo, O Estado de S.Paulo

09 de fevereiro de 2019 | 20h12

Um palestino suspeito de matar uma jovem israelense foi detido em uma operação em Ramala, na área ocupada da Cisjordânia. A informação foi divulgada neste sábado por um porta-voz da polícia de Israel.

O corpo de Ori Ansbaher, de 19 anos, foi encontrado na noite de quinta-feira, ao sul de Jerusalém, na fronteira com a Cisjordânia. Ela foi enterrada na colônia israelense de Tekoa, na sexta-feira.

O serviço de securidade interior israelense, em Shin Beth, revelou a identidade do principal suspeito de praticar o crime. De acordo com o comunicado, trata-se de Arafat Irfaiya, de 29 ano, oriundo de Hebrón, que fica ao sul da Cisjordânia ocupada por Israel. O texto afirma que a jovem se deslocava de Hebrón a outra localidade palestina, Beith Jalah, quando foi atacada.

Embaixador de Israel na Organização das Nações Unidas (ONU), Danny Danon atribuiu a responsabilidade pelo atentado à Autoridade Nacional Palestina (ANP), presidida por Mahmud Abas.

"A ANP continua com a política de pagar salários a terroristas e uma jovem de 19 anos foi brutalmente assassinada em Israel", afirmou o diplomata./AFP

Notícias relacionadas

    Encontrou algum erro? Entre em contato

    Tendências:

    O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.