Suspeito de terrorismo no Egito é preso em Foz

A Polícia Federal (PF) prendeu na tarde desta segunda-feira, em Foz do Iguaçu, o egípcio Mohamed Ali Aboul-Ezz Al-Mahdi Ibrahin Soliman, acusado pelo governo do Egito de práticas terroristas naquele país.A PF cumpriu mandado de prisão expedido pelo Supremo Tribunal Federal (STF), com base num processo de extradição movido pelo governo egípcio no início deste mês.Soliman foi preso ao sair de casa, onde mora com a família há sete anos, na Vila Portes, região da Ponte da Amizade (Brasil-Paraguai).Ele é acusado pelo governo do Egito por atos terroristas contra cidadãos egípcios e estrangeiros em 1994, provocando a morte de 61 pessoas.Este atentado teria sido realizado com a ajuda de El Said Hassan Aly Mohamed Mokhles, preso no Uruguai em 29 de janeiro de 1999.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.