Suspeito detona granada e mata policial no Quênia

Um homem que estava sendo preso detonou uma granada, matando a si mesmo e ao policial que efetuava a prisão, a poucos metros da principal delegacia de polícia de Mombasa. Uma patrulha policial fez parar um carro com várias pessoas dentro e tentou prendê-las, mas um dos passageiros detonou a granada.Dida G. Dima, investigador-chefe da cidade, disse que um policial morreu e outro sofreu ferimentos graves, ?quando nosso pessoal foi prender um suspeito de terrorismo?. Ele disse que não havia maiores detalhes disponíveis no momento. Médicos de hospitais de Mombasa disseram que um policial havia chegado morto, e outro havia sido internado com ferimentos causados por estilhaços.Testemunhas falam em mais feridos, mas não foi possível determinar o número de vítimas ou a gravidade dos ferimentos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.