Suspeito por tiroteio em Orlando é preso na casa da mãe

A polícia de Orlando, no Estado da Flórida (EUA), disse que o suspeito pelo tiroteio de hoje, identificado como Jason Rodríguez, de 40 anos, se entregou sem resistência a agentes da Swat no apartamento da mãe. A polícia também voltou atrás nas informações, e confirmou a morte de uma pessoa (ao invés de duas, como foi divulgado antes), além de cinco feridos.

AE, Agencia Estado

06 de novembro de 2009 | 18h21

O tiroteio ocorreu no quarto, oitavo e décimo segundo andares do edifício comercial no centro de Orlando. De acordo com os investigadores, Jason trabalhou numa empresa no edifício Legions Place. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
EUAOrlandotiroteio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.