Suspeitos de ataques que mataram 900 iraquianos são presos

O Exército americano anunciou nesta terça-feira, 27, a detenção de três pessoas suspeitas de carregar carros-bomba e cometer ataques que mataram pelo menos 900 iraquianos e feriram 1.950.Segundo um comunicado do comando militar dos Estados Unidos, o homem conhecido como Haidar Rachid Naser el-Shimari, o "número dois de uma grande rede responsável pela produção de carros-bomba", foi capturado no dia 21, no bairro de al-Azamiya, no norte de Bagdá.A detenção foi possível graças a informações dos serviços secretos, acrescentou a nota.Shimari foi capturado com mais dois membros da rede, identificados como Ahmed Hassan e HamidSalman Alaui.Segundo o documento, os veículos carregados com explosivos por membros da rede causaram a morte de pelo menos 900 civis iraquianos e feriram 1.950.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.