Suspeitos de matar militante vão para lista da Interpol

A Interpol incluiu hoje 11 suspeitos do assassinato de um líder do Hamas em Dubai na sua lista de pessoas mais procuradas. A agência policial internacional afirmou que emitiu notificações vermelhas, seu nível de alerta mais alto, a seus países-membros do mundo todo por "11 indivíduos procurados internacionalmente que foram acusados pelas autoridades dos Emirados Árabes Unidos/Dubai de coordenar e cometer o assassinato".

AE-AP, Agencia Estado

18 de fevereiro de 2010 | 15h42

A Interpol informou que tomou a medida atendendo a um pedido de Dubai. A agência acredita que os suspeitos tenham utilizado passaportes falsos.

A Interpol emitiu as notificações, que incluem fotos "para limitar a capacidade dos supostos assassinos de viajar livremente usando os mesmos passaportes falsos".

O corpo do líder do Hamas Mahmud al-Mabhouh foi descoberto em 20 de janeiro em um quarto de hotel em Dubai.

Tudo o que sabemos sobre:
HamaslídermorteInterpol

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.