Suspeitos de terror queriam atacar navios dos EUA em Cingapura

Vinte e um suspeitos de ligação com a Al-Qaeda detidos em Cingapura planejavam atacar um navio da Marinha dos Estados Unidos e um bar freqüentado por soldados norte-americanos, assim como o Ministério da Defesa de Cingapura e dutos de água, segundo informações do governo. Os homens agiam sob ordens de um clérigo islâmico indonésio, Riduan Isamuddin, também conhecido como Hambali.Hambali, cujo paradeiro é desconhecido, é suspeito de liderar o Jemaah Islamiyah, um grupo de atuação local com supostas ligações com a organização Al-Qaeda, liderada pelo milionário saudita Osama bin Laden.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.