Suspenso parlamentar britânico que se opôs à guerra

Um parlamentar britânico que se opôs à guerra contra o Iraque e incentivou os soldados britânicos a se recusarem a lutar foi suspenso nesta terça-feira pelo Partido Trabalhista, do primeiro-ministro Tony Blair. George Galloway, um antigo opositor da política ocidental para o Oriente Médio, ficará suspenso enquanto transcorrem as investigações internas do partido, anunciou David Triesman, secretário-geral da agremiação política.Galloway qualificou a suspensão como "totalmente injusta".O parlamentar esquerdista está processando um jornal que o acusou de ter aceitado dinheiro do regime deposto de Saddam Hussein. No mês passado, o The Daily Telegraph publicou uma reportagem de acordo com a qual seu repórter em Bagdá teria encontrado documentos no Ministério das Relações Exteriores do Iraque que detalhavam as supostas ligações financeiras entre Galloway e o governo de Saddam.Galloway nega ter recebido dinheiro do regime iraquiano deposto e disse ser vítima de uma "campanha deliberada de falsificações e calúnias".Triesman garante que a suspensão não está relacionada com a reportagem. Segundo ele, a medida foi adotada em virtude dos comentários de Galloway durante a guerra liderada por Estados Unidos e Grã-Bretanha contra o Iraque. Um porta-voz da agremiação comentou que as declarações de Galloway representam "um comportamento extremamente prejudicial ao Partido Trabalhista".Veja o especial :

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.