Suspenso toque de recolher em Bagdá

As ruas de Bagdá recuperam sua atividade após a suspensão, nesta terça-feira, do toque de recolher imposto há três dias na capital e em outras três províncias do Iraque. O motivo do toque de recolher foi evitar incidentes em conseqüência da condenação à morte do ex-ditador Saddam Hussein. No sábado foi imposto o toque de recolher nas províncias de Bagdá, Diyala, Salah al-Din e Ninawa, para evitar possíveis ataques da insurgência em resposta ao veredicto contra Saddam Hussein. Ele foi condenado à morte no domingo pelo tribunal especial em que era julgado por crimes contra a humanidade. Nesta terça-feira as lojas voltaram a abrir e os veículos a circular pelas ruas das capitais das províncias. Somente em Ninawa, no norte do Iraque, continuam as restrições. O aeroporto internacional de Bagdá, que tinha sido fechado também por razões de segurança, foi reaberto, segundo anunciou o Ministério de Transporte. Apesar da imposição de fortes medidas de prevenção, muitos cidadãos, especialmente xiitas, saíram às ruas de Bagdá nos últimos dias para comemorar a condenação de Saddam Hussein e dois de seus mais próximos colaboradores. Em Baquba, na província de Diyala, Tikrit e al-Dor, em Salah al-Din, e em Mossul, em Ninawa, seguidores de Saddam desafiaram o toque de recolher para mostrar sua solidariedade ao ex-presidente iraquiano.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.