Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE
Reuters
Reuters

Sydney amanhece sob nuvem vermelha

Fenômeno foi provocado pelo vendaval que atingiu o deserto existente na região central do país

Efe,

23 de setembro de 2009 | 02h53

Uma grande tempestade de areia fez Sydney, a maior cidade da Austrália, amanhecer sob uma espetacular penumbra vermelha que provocou a paralisação de atividade no começo da manhã desta quarta-feira, 23. O tom vermelho da nuvem de areia - que dava a impressão de haver um enorme incêndio florestal em torno da cidade - levou alguns moradores a ligarem para a rádio ABC temendo que "o fim do mundo" havia chegado.

 

A tempestade de areia, procedente do deserto do interior do país, começou durante a noite e afetou grande parte do estado de Nova Gales do Sul, com ventos superiores a 100 quilômetros por hora. O transporte público ficou suspenso e as autoridades sanitárias emitiram um alerta para que os cidadãos com problemas respiratórios, asma, ou problemas de coração não saiam à rua.

 

Vários voos internacionais tiveram que ser atrasados ou desviados a Melbourne e Brisbane, e as partidas do porto foram canceladas pela pouca visibilidade.

 

A previsão dos meteorologistas é de que a tempestade deverá continuar durante as próximas horas, com vendavais de intensidade crescente, enquanto avança em direção a Brisbane e depois Nova Zelândia. O fenômeno é atribuído à seca que atinge vastas regiões do país.

Tudo o que sabemos sobre:
Sidneivendaval

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.