Sydney é ameaçada pelas chamas

Cinco mil bombeiros continuavam hoje combatendo um gigantesco incêndio que ameaçava até mesmo os bairros periféricos de Sydney, a maior cidade da Austrália, enquanto milhares de pessoas abandonavam suas casas e as autoridades decretavam estado de emergência no município. Cerca de 70 focos de incêndio foram registrados na região de Nova Gales do Sul, informaram porta-vozes do Corpo de Bombeiros de Sydney - que amanheceu neste dia de natal coberta por uma espessa camada de fumaça. Nas últimas horas do dia, o fogo, alimentado por fortes ventos, continuou ganhando terreno, disseram as autoridades, que reconheceram ser difícil controlar o fogo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.