AFP PHOTO / DOMINIQUE FAGET
AFP PHOTO / DOMINIQUE FAGET

Tabloide defende compra de vídeo que exibiu com imagens dos atentados em Paris

Após provocar indignação entre os franceses, jornal The Daily Mail defende a compra do material; publicação teria pago 50 mil euros por imagens

O Estado de S. Paulo

25 de novembro de 2015 | 12h05

LONDRES - O jornal britânico The Daily Mail defendeu a decisão de comprar um vídeo que mostra um tiroteio durante os atentados de Paris. Mas a divulgação das imagens violentas e o valor de 50 mil euros pago pelo tabloide provocaram indignação na França.

A publicação exibiu em sua edição digital as imagens das câmeras de segurança do restaurante Casa Nostra, um dos locais atingidos pelos ataques dos jihadistas que deixaram 130 mortos e mais de 350 feridos no dia 13 de novembro.

"Nada na aquisição do vídeo pelo The Daily Mail pode dar margem à controvérsia", afirma um porta-voz do jornal em um e-mail enviado à agência de notícias France Presse.

"Foi obtido em um contexto de forte concorrência entre os meios de comunicação franceses e internacionais e oferece uma perspectiva essencial sobre os atentados", completa a mensagem, que não revela as condições da negociação.

A compra de fotos ou vídeos por quantias consideráveis, sobretudo por parte dos tabloides sensacionalistas, é uma prática relativamente comum na imprensa britânica.

De acordo com o jornalista Djaffer Ait Aoudia, o The Daily Mail teria pago "50 mil euros" ao gerente do restaurante.

"Começaram com 12 mil e a negociação cresceu uma enormidade. Realmente queriam ter as imagens. Passaram para 20 mil, depois para 28 mil e finalmente pararam em 50 mil euros", disse o jornalista no programa "Le Petit Journal" do Canal+. /AFP

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.