Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Tailandês ateia fogo a si mesmo em protesto político

Segundo os meios de comunicação tailandeses, o homem exigia a renúncia do presidente da Câmara Baixa

AE-AP,

21 de março de 2008 | 04h46

Um homem ateou fogo ao próprio corpo em frente ao Parlamento da Tailândia, nesta sexta-feira, aparentemente num protesto político, informou a polícia. Identificado como Man Trukmanka, de 44 anos, o homem foi hospitalizado com sérias queimaduras em mais de 90% de seu corpo, disse o tenente-coronel Ekachai Srirahong.  Trukmanka vende bolinhos de carne nas proximidades do Parlamento. Na manhã de sexta, ele estacionou sua motocicleta em frente ao prédio, despiu-se e derramou combustível sobre o corpo, ateando fogo em seguida, revelou Ekachai, citando testemunhas.  Segundo os meios de comunicação tailandeses, o homem exigia a renúncia do presidente da Câmara Baixa, Yongyuth Tiyapairat, que é investigado por fraude eleitoral. Antes de acender o fogo, Trukmanka teria gritado: "Saia Yongyuth!". O político é acusado por compra de votos antes das eleições gerais ocorridas em dezembro do ano passado.

Tudo o que sabemos sobre:
PROTESTO

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.