Tailandês desiste de se candidatar a secretário-geral da ONU

O ex-vice-primeiro-ministro da Tailândia,Surakiart Sathirathai, retirou nesta quinta-feira sua candidatura ao cargo desecretário-geral das Nações Unidas, anunciou o Ministério deRelações Exteriores tailandês. A candidatura de Sathirathai havia sido apresentada há anos pelodeposto primeiro-ministro da Tailândia, Thaksin Shinawatra, erecebeu o apoio unânime dos dez membros da Associação de Nações doSudeste Asiático (Asean). A Asean é formada por Brunei, Birmânia (Mianmar), Camboja,Filipinas, Indonésia, Laos, Malásia, Cingapura, Tailândia e Vietnã. Após o golpe de Estado de 19 de setembro, a cúpula militar quederrubou Shinawatra e seu Governo disse que manteria o apoio àcandidatura de Sathirathai. A votação formal no Conselho de Segurança da ONU para escolher onovo secretário-geral está marcada para a próxima segunda-feira. Ofavorito é o ministro do Exterior da Coréia do Sul, BanKi-Moon. Sathirathai estava em Nova York, participando da Assembléia Geralda ONU, quando aconteceu o golpe em seu país.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.