Tailandeses realizam 'beijatona' no Dia dos Namorados

Sete casais determinados ficaram se beijando por mais de 36 horas para celebrar o Dia dos Namorados, no balneário de Pattaya, sul da Tailândia, durante uma "beijatona". Segundo os organizadores, o evento vai marcar o beijo mais longo da história. Em várias partes do mundo o dia dos Namorados é celebrado em 12 de fevereiro, dia de São Valentim.

AE, Agência Estado

14 de fevereiro de 2011 | 16h23

O recorde anterior - 32 horas, 7 minutos e 14 segundos - foi estabelecido em 2009 por um casal na Alemanha, segundo o livro dos recordes, o Guinness. Quatorze casais tailandeses iniciaram a disputa, iniciada na manhã de ontem, às 6 horas (horário local). Na tarde de hoje, metade ainda mantinha os lábios colados no parceiro no corredor de um shopping center, onde turistas observavam, sorriam e tiravam fotografias com seus telefones celulares.

"Não achávamos que encontraríamos alguém que poderia quebrar o recorde", disse Somporn Naksuetrong, gerente do museu de cera Louis Tussaud, em Pattaya, que organizou a competição. O fato de que sete casais tenham conseguido "é impressionante". Na noite de hoje, três casais já haviam desistido e quatro ainda continuavam a se beijar. A dupla que vencer vai ganhar um anel de diamantes no valor de 50 mil Baht tailandeses (US$ 1.606) e 100 mil Bahts (US$ 3.213) em dinheiro.

Segundo as regras, os casais não podem separar os lábios durante a disputa. Eles podem beber água, café, leite e suco, mas apenas por canudinhos e enquanto beijam. Eles também devem continuar a se beijar durante as pausas para ir ao banheiro, que acontecem a cada três horas e têm de ser acompanhadas por monitores. Os casais não podem se sentar nem dormir. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
beijatonaTailândiaDia dos Namorados

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.