Tailandeses tentam impedir registro eleitoral

Manifestantes antigoverno da Tailândia bloquearam os escritórios de registro eleitoral de Bangcoc em uma tentativa frustrada de impedir que os partidos políticos se inscrevessem para a eleição de fevereiro.

AE, Agência Estado

23 de dezembro de 2013 | 04h01

A manifestação desta segunda-feira é a mais recente tática usada pelos manifestantes para tentar forçar a renúncia da primeira-ministra tailandesa, Yingluck Shinawatra.

Para tentar conter as manifestações, a premiê convocou novas eleições em 2 de fevereiro. No final de semana, o Partido Democrata, opositor ao regime de Shinawatra, informou que boicotaria a corrida eleitoral.

De acordo com a Comissão Eleitoral do país, oito partidos conseguiram fazer o registro eleitoral. Outras legendas teriam conseguido se inscrever uma delegacia de polícia. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
tailândiamanifestaçãoeleições

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.