Tailândia aceita pedido de desculpas do Camboja

O rei da Tailândia concedeu nesta terça-feira uma audiência ao ministro das Relações Exteriores do Camboja, elevando o otimismo com relação ao desfecho do recente desentendimento entre os dois países, após a realização, na semana passada, de manifestações antitailandesas em Phnom Penh, capital do Camboja.Num sinal adicional de reconciliação, o primeiro-ministro da Tailândia, Thaksin Shinawatra, aceitou uma carta de seu colega cambojano, Hun Sen, com um pedido de desculpas, mas salientou que as relações entre esses dois vizinhos do sudeste da Ásia não voltará ao normal do dia para a noite.A carta de desculpas foi entregue pelo ministro das Relações Exteriores do Camboja, Hor Namhong, que está engajado na delicada missão de aplacar a fúria dos tailandeses após a destruição da Embaixada da Tailândia em Phnom Penh e de negócios pertencentes a cidadãos tailandeses no vizinho Camboja, na semana passada.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.