Tailândia autoriza extradição de 'Mercador da Morte' aos EUA

Autoridades americanas acusam, suposto traficante, de ter vendido mísseis à guerrilha colombiana

Efe,

16 de novembro de 2010 | 04h34

A Tailândia aprovou a extradição aos Estados Unidos do suposto traficante de armas de origem russa Viktor Bout, conhecido como o "Mercador da Morte", anunciou nesta terça-feira, 16, o primeiro-ministro, Abhisit Vejjajiva.

O governo tailandês se pronunciou três dias antes de expirar o prazo máximo para a entrega às autoridades americanas, que acusa Bout de ter vendido mísseis à guerrilha colombiana, entre outros crimes.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.