Tailândia: Governo prorroga lei de segurança

A primeira-ministra da Tailândia, Yingluck Shinawatra, prorrogou nesta segunda-feira a vigência de uma lei emergencial de segurança na maior parte de Bangcoc e cidades próximas para fazer frente a uma onda de protestos contra seu governo.

AE, Agência Estado

25 de novembro de 2013 | 13h45

A medida foi anunciada na noite de hoje, no horário local, depois de manifestantes contrários a ela terem ocupado partes das instalações dos Ministérios das Finanças e das Relações Exteriores.

A Lei de Segurança Interna autoriza autoridades locais a interditarem ruas, agirem contra ameaças à segurança, imporem toque de recolher e proibirem o uso de dispositivos eletrônicos em áreas determinadas. A lei permite a realização de manifestações pacíficas. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Tailândiapolíticalei de segurança

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.