Tailândia planeja medidas de saúde após morte de turistas

A Tailândia anunciou novas medidas nesta terça-feira para proteger turistas depois que cinco estrangeiros morreram misteriosamente em uma cidade em pouco mais de um mês, dizendo que eles provavelmente foram envenenados por substâncias químicas não-identificadas ou pesticidas.

REUTERS

16 de agosto de 2011 | 07h57

Dois britânicos, uma francesa, uma norte-americana e uma neozelandesa morreram entre 11 de janeiro e 19 de fevereiro deste ano em Chiang Mai, a segunda maior cidade da Tailândia, ao sul. Três companheiros de viagem das vítimas também ficaram doentes.

As mortes atraíram atenção negativa na mídia para o país que é um dos destinos turísticos mais visitados do mundo, atraindo cerca de 14 milhões de visitantes por ano para suas praias, montanhas e sua capital, Bangcoc.

O Departamento de Controle de Doenças da Tailândia fez uma lista de medidas que seriam adotadas para prevenir contra mais doenças em Chiang Mai e em outros dos principais destinos turísticos.

Entre as medidas estão o monitoramento do uso de substâncias químicas e pesticidas em hotéis, a inspeção de mercados e vendedores de comida na rua, treinamento em saúde e segurança por autoridades locais, uma revisão dos procedimentos de investigação e a criação de um site para aconselhar turistas sobre os possíveis riscos de saúde.

Uma investigação de cinco meses liderada pelas autoridades tailandesas, em cooperação com a Organização Mundial da Saúde e os Centros de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos, foi em sua maior parte inconclusiva, mas não encontrou provas de motivações criminosas.

Três casos foram atribuídos à exposição a substâncias químicas, pesticidas ou gás, enquanto para duas das vítimas -- um casal britânico idoso -- não se sabia a causa das mortes.

O turismo é uma parte vital da economia da Tailândia, o segundo maior do Sudeste Asiático, empregando cerca de 15 por cento da força de trabalho do país e contribuindo com cerca de 6 por cento do PIB.

(Reportagem de Jutarat Skulpichetrat)

Tudo o que sabemos sobre:
TAILANDIATURISTASSAUDE*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.