Tailândia prende 12 chineses com vistos falsos para EUA

Funcionários norte-americanos e tailandeses detiveram um grupo de 12 chineses acusados de usar vistos falsos para tentar entrar nos Estados Unidos. A agência de imigração tailandesa informou que as prisões ocorreram ontem, depois que o grupo partiu da China rumo à Tailândia. Segundo a agência, os três homens e nove mulheres estavam se preparando para viajar para Los Angeles, onde procurariam trabalho.

AE, Agência Estado

29 de dezembro de 2010 | 13h31

Autoridades disseram hoje que os suspeitos confessaram ter pago US$ 24 mil, cada um, a um homem de Bangcoc pelo visto falso e outras despesas da viagem. Após uma investigação, foi descoberto que os vistos tinham os mesmos números de autorizações de viagens emitidas pela embaixada dos EUA em Varsóvia para cidadãos poloneses. Caso condenados, os chineses podem ficar detidos por até dez anos. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
imigranteschinesesTailândiaEUA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.